Falta coragem na Record

Hoje, sem dúvida, a Record é a emissora mais estável financeiramente entre todas. Mas esta estabilidade, somada a uma estrutura financeira de crescimento que nenhuma outra tem, está sem objetivo de fato.

Se a Record realmente deseja de verdade ser líder um dia, tem que aproveitar o momento. Não existe momento melhor de se enfrentar um mega-adversário do que quando este mega está muito confiante em si, mas sem grande embasamento.

A Record , quando saiu pra contratar com muito dinheiro, saiu errado porque foi fazer compras no mercado errado. Ao invés de mirar na contratação do Gugu, deveria ter tentado a contratação de Faustão e chegado na proposta de 7 milhões ao mês, muito mais eficiente do que os 3 que paga a Gugu. A Globo acharia que não precisaria de Faustão e não cobriria tal proposta.

Na área de jornalismo, ao invés de ter pensado em contratar Ana Paula Padrão, deveria ter ido direto à fonte e com uma caminhonete de dinheiro ter contratado de uma vez a dupla histórica Cid Moreira e Sergio Chapelain, pagando suas multas e um salário altíssimo, colocando os dois batendo de frente contra o Jornal Nacional. Mas pra isso, precisaria ter estratégia e conhecimento de mercado, coisa de que a Record não entendeu a importância.

Estas contratações valeriam o que custassem, pois além de agregar imagem à Record, atrairiam anunciantes em volume nunca antes visto, e mais ainda, agregaria imagem positiva à Igreja.

Vou mais além, pague-se o que precisar de multa pra tirar Chico Anísio da Globo e devolva à televisão o Chico Anísio Show. Mas ninguém até agora parece saber na altíssima cúpula da Record o que é estratégia, senão já teriam feito.

Não adianta ir atrás de meia dúzia de artistas sem maior significado pras suas novelas. Se é pra contratar, melhor trazer uma dúzia de primeira linha, que pode custar caríssimo, mas vale a pena. Não adianta trazer Benedito Rui Barbosa, se não tiver um elenco encabeçado por pelo menos 6 nomes de primeira linha que atualmente estão na Globo. E a Record não vai conseguir trazer estes nomes, se não tiver trazido antes outros nomes que mesmo custando uma fortuna, são mais fáceis de trazer.

Agora não adianta pensar no Faustão. Mas podem pensar no Cid Moreira, Sergio Chapelain e Chico Anísio. Este pode ser o caminho.

Por: James Akel

0 Responses to “Falta coragem na Record”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: